"Se não morre aquele que escreve um livro ou planta uma árvore, com mais razão não morre o EDUCADOR, que semeia vida e escreve na alma de seus educandos.” (Bertold Brecht)"

segunda-feira, 24 de março de 2014

O ENSINO DO JOGO XADREZ ESTÁ PRESENTE NAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE SANTA LUZIA - MA.





Ao longo de três semanas o projeto Xadrez, escola e cidadania esteve desenvolvendo suas atividades no pátio do Colégio Dehon Ensino Fundamental, com propósito de servir como suporte pedagógico, ofertando uma oportunidade de obter maior capacidade de concentração, interesse na aprendizagem, desenvolvimento na capacidade de percepção, senso e prática de cooperação entre alunos e demais membros da escola, possibilidade de profissionalização dentre outros fatores que fortalecem o objetivo da Secretaria Municipal deEducação no âmbito de sua política educacional.




O retorno às atividades em escolas da rede pública municipal foi logo no início do ano letivo e contou com a participação de 80 alunos do Ensino Fundamental que tiveram seu primeiro contato com o jogo/arte/ciência através de aulas teóricas/práticas e aos poucos foram desenvolvendo habilidades de movimentos táticos e estratégicos observados nos confrontos entre os novos enxadristas, que em muitas situações era perceptível a alegria de poder visualizar um belo lance e utilizá-lo em meio a seu aprendizado.




Na busca por uma assimilação rápida e de qualidade, cada aluno recebeu uma apostila contendo alguns mitos sobre o a origem do xadrez, bem como as leis que regem os movimentos das peças além de atividades de mates, o que proporcionou um avanço em sua prática enxadrística.




Na oportunidade, os alunos/enxadristas foram transformados em monitores e puderam transmitir seus conhecimentos ali assimilados aos novos membros do xadrez escolar. Pode-se observar a didática empregada por cada aluno/monitor e a reação deles quando encontravam dificuldades ou atingiam seu objetivo.




 A manutenção dos conhecimentos obtidos neste período deve ser feite de forma sistematizada a fim de que se possa desenvolver cada vez mais os ensinamentos obtidos, podendo ser feita pelo próprio Sistema de Ensino ou pela instituição responsável pela aprendizagem dos mesmos, porém é de valor inestimável que se ofereça possibilidade de um crescimento linear a cada participante e que se possa buscar cada dia mais o ingresso de alunos nas aulas de Xadrez. 




O encerramento da primeira etapa do projeto culmina com O II ABERTO DE XADREZ CIDADE DE SANTA LUZIA – MA, evento alusivo ao 53º (quinquagésimo terceiro) aniversário de emancipação de Santa Luzia, que contará com a presença de enxadristas profissionais, alunos de outros municípios, de outras escolas e daqueles que outrora estiveram presentes no projeto.





MAIS FOTOS










 BOSCO LIMA

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

XADREZ NA PRAÇA É UM SUCESSO EM SANTA LUZIA

 Em uma linda noite de luar, num clima de paz e tranquilidade, os alunos do projeto Xadrez, escola e cidadania, a comunidade local e visitantes, compareceram à Praça da Matriz, às 19h e 20min, com intuito de apreciar, aprender, aprimorar-se e interagir com outros enxadristas o que proporcionou duelos incríveis e lances magistrais aos olhos dos que contemplavam os movimentos, coordenados, mágicos e encantadores das peças do Xadrez. 





O evento teve a participação de mais de 60 enxadristas, entre crianças, adolescentes e adultos, que reversavam entre si para ocupar as principais mesas e possibilitar um verdadeiro espetáculo aos olhos daqueles que buscam o domínio dos movimentos e encantos das estratégias e táticas contidas nesta arte milenar.



Em meio à descontração e ao aprendizado, registramos a presença de pessoas portadoras de necessidades especiais que, ora por curiosidade, ora por interesse na assimilação do que ali se praticava, compartilharam conosco esse momento de prazer e alegria que é a prática desse jogo/arte/ciência.



A oportunidade possibilitou o reencontro dos grandes nomes do xadrez local, de velhos amigos e alunos que neste ano não haviam duelado entre si devido a falta de apoio e extinção do xadrez escolar nas escolas municipais, o que de certa forma causou grave dano ao aprendizado, desenvolvimento lógico cognitivo dos alunos, possibilidade de desenvolvimento e profissionalização, inclusão social e fortalecimento dos laços de amizades entre alunos e educadores das redes municipal e estadual de ensino.



O encerramento das atividades deu-se por volta das 9h e 30min, com um coquetel, recheados de pizzas e refrigerantes, oferecido pelas entidades que ao longo desta, difícil, caminhada têm se mostrado preocupados com o futuro educacional de nossas crianças e adolescentes, seus anseios e meios à conquistas de seus objetivos, pois todos sabem, que onde há um povo desenvolvido culturalmente, há menos violência, menos corrupção e fortalece o município à sua auto sustentabilidade.



O nosso sincero MUITO OBRIGADO ao senhor CHICO DIAS (Drogaria Neyla), Edinho Sales ( Silva Sales), Zequinha Tavares (Zequinha Cerealista) e ao amigo e vereador FILHO DA 26 DE MARÇO.




CONFIRA MAIS FOTOS.





















 OBS: NÃO TEMOS VÍNCULO POLÍTICO PARTIDÁRIO COM NENHUM PARTIDO. TODA AJUDA SERÁ BEM VINDA E APLICADA AO DESENVOLVIMENTO DO XADREZ EM NOSSO MUNICÍPIO.

Xadrez, escola e cidadania

Google