"Se não morre aquele que escreve um livro ou planta uma árvore, com mais razão não morre o EDUCADOR, que semeia vida e escreve na alma de seus educandos.” (Bertold Brecht)"

quinta-feira, 5 de março de 2015

CIRCUITO MARANAHENSE DE XADREZ




CIRCUITO MARANHENSE DE XADREZ
* Santa Luzia * Itapecuru Mirim * Caxias * Imperatriz * Coroatá




Regulamento


Artigo 1° - O Circuito Maranhense de Xadrez, tem por objetivos: Contribuir na reestruturação e fortalecimento do Xadrez maranhense, selecionar 05 (cinco) enxadristas com id MA, junto a CBX, para a final do Campeonato Maranhense de Xadrez, organizado pela Liga Maranhense de Xadrez, bem como manter o intercâmbio entre a comunidade enxadrista e elevar o nível do esporte no estado.


Artigo 2° - O Circuito Maranhense de Xadrez acontecerá nas cidades de Santa Luzia, Itapecuru Mirim, Caxias, Imperatriz e Coroatá, com todas as etapas da competição valendo para cálculo de rating CBX e FIDE.


Artigo 3° - Todas as etapas do Circuito Maranhense de Xadrez terão característica de semifinal do Campeonato Maranhense de Xadrez e apontará o campeão ou o melhor enxadrista com id MA, junto a CBX, para a final do Campeonato Maranhense de Xadrez que será organizado pela Liga Maranhense de Xadrez.

I. A conquista da vaga para a final não é cumulativa.

a. Caso o campeão de uma etapa já tenha conquistado uma vaga para a final, a vaga será destinada ao melhor enxadrista, com id MA, na classificação final do evento.

II. É prerrogativa de enxadristas com id MA e que esteja em dia com sua obrigação social junto a Liga Maranhense de Xadrez, a participação na final do Campeonato Maranhense de Xadrez.

Artigo 4° - Em todas as etapas do Circuito Maranhense de Xadrez, serão obedecidas as regras da FIDE e da CBX em vigor e o constante em regulamento específico.

Artigo 5° - Poderão participar da competição, enxadristas de todos os níveis e localidades, podendo o mesmo participar de todas as etapas, com observância no II do Art 3º.

Artigo 6° - Os enxadristas que estiverem em dia com suas obrigações sociais junto a Liga Maranhense de Xadrez, terão direito a 50% (cinquenta por cento) de desconto no valor da inscrição em todas as etapas do Circuito Maranhense de Xadrez.

Artigo 7° - Em todas as etapas, o sistema de emparceiramento será o suíço, com a utilização do programa Swiss Manager for Windows e terão 05 rounds cada.

Artigo 8° - Em todas as etapas o ritmo do jogo é 2h KO (analógicos) e 1h e 30min + 30 segundos de acréscimo a partir do 1º lance (digitais).

I. Serão permitidos empates por comum acordo a partir do 12 lance das brancas durante a partida.

II. Haverá tolerância de 15 minutos para o jogador se apresentar para jogar em cada rodada.

Artigo 9° - Os critérios de desempate serão os seguintes:

1º critério – Confronto Direto (código 11)
2º critério – Buchholz com corte do pior resultado (código 37)
3º critério – Buchholz sem corte (código 37)
4º critério – Maior nº de vitórias (código 12)
5º critério – Sonneborn-Berger (código 52)

Artigo 10 – Qualquer enxadrista, sentindo-se prejudicado pelo som emitido por celular ou aparelhos afins, poderá informar a arbitragem sobre o acontecimento e seu portador, para que se tome as providências cabíveis.

Artigo 11 – O Site oficial da Liga Maranhense de Xadrez é http://www.lmxadrez.com.br



Dombosco Lima da Silva Filho
Liga Maranhense de Xadrez

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

I JOGOS DA INDEPENDÊNCIA - SANTA LUZIA - MA


Em alusão aos 192 anos da conquista da independência do Brasil, pelo então príncipe regente D. Pedro I, aconteceu neste final de semana 27 e 28/09 o I JOGOS DA INDEPENDÊNCIA, na cidade de Santa Luzia, interior do Maranhão. 




O evento é uma das ações da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Educação, em parceria com o projeto Xadrez, escola e cidadania, que acontece nos bairros, praças e escolas públicas municipais e teve como principal objetivo estimular a prática de atividades esportivas saudáveis, que auxilie no desenvolvimento físico e intelectual dos alunos no ambiente escolar, bem como possibilitar meios de crescimento e profissionalização através dos programas oferecidos pela Secretaria de Educação.




Os jogos foram divididos em 3 (três) modalidades, Corrida de Rua, com percurso de 3.000m; Futebol Society, com 8 (oito) escolas da sede do município e Xadrez que teve a participação de enxadristas de 5 (cinco) cidades: Imperatriz, Itapecuru Mirim, Santa Inês, Santa Luzia e São Luis, capital do estado.








O futebol Society aconteceu no dia 27 no campo do sítio do Sr Veronildo Tavares e teve como campeã a equipe da U. I. Acadêmico José Sarney, vice-campeã a equipe do Colégio Dehon Ensino fundamental e terceiro colocada a equipe da U. I. Assis Sudário Oliveira, tendo como destaques os atletas Carlos Matheus da Equipe Colégio Dehon, artilheiro dos jogos e o goleiro Carlos da equipe U. I. Acadêmico José Sarney.




 A Corrida de Rua aconteceu na manhã do dia 28, nas modalidades infantil e infanto, saindo de frente a Secretaria de Educação em direção à rua da Mangueira, após percorrê-la, seguiu pela Av. Newton Bello até a Travessa D. Pedro II, percorrendo e passando pela Praça da Matriz em direção à rua 15 de Novembro, retornando à Av. Nagib Haickel e encerrando em frente a referida secretaria.




O desempenho dos atletas na modalidade infantil foi da seguinte forma: Marcos Feitosa, 14 anos, da U. I. Gonçalves Dias, que cruzou a linha de chegada na primeira colocação; Antonio Marcos, 14 anos, da U. I. Acadêmico José Sarney, conquistando a 2ª colocação; Carlos Matheus, 13 anos, do Colégio Dehon, 3º colocado; Willian, 13 anos, da U. I.  Abdom Braide, 4º colocado e Railson, 13 anos, da U. I. Gonçalves Dias, conquistando a quinta colocação e se mantendo no pódio junto com os demais classificados, e com Gisele Samia da U. I.  Acadêmico José Sarney como a melhor participação feminina no evento.




Na modalidade infanto, a classificação final foi a seguinte: Samuel dos Santos Viana, 15 anos, da U. I. Francisco de Assis Sudário Oliveira, que conquistou a 1ª colocação; Ítalo Ramon Silva, 17 anos, cruzando na 2ª colocação; Isaque Novaes Santos, 15 anos, aluno da U. I. Abdom Braide, na 3ª colocação; Paulo Rafael, 15 anos, do Colégio Dehon, na 4ª colocação e Claudemir de Araújo, 16 anos, da U. I. Abdom Braide, na 5ª colocação, completando assim a lista dos alunos premiados por desempenho.




 O Xadrez aconteceu nos dias 27 e 28, no pátio do Colégio Dehon onde foi realizada as cerimonias de abertura e de encerramento dos jogos e se deu de forma tranquila aos olhos dos que sem conhecer os caminhos e variantes no tabuleiro e de forma agressiva na mente dos enxadristas que em silêncio duelavam entre si em busca das primeiras colocações.




O Aberto da Independência, assim denominado a modalidade Xadrez, contou com a participação de 36 enxadristas oriundos de cinco cidades do estado do Maranhão, o mesmo foi Arbitrado pelo prof Bosco Lima, usando o programa de emparceiramento Swiss Perfect, sendo 5 rounds de 1h e 05min KO.




A equipe vinda da cidade de Itapecuru Mirim manteve superioridade sobre as demais equipes, conquistando o título de campeão absoluto com o enxadrista Wedelson dos Santos Marques, com 4,5 pontos e de 2º colocado absoluto com José Wilson Ferreira Correa, 4 pontos, deixando a terceira colocação para um dos representantes da cidade de Imperatriz, Eder Lopes Pereira com 4 pontos dos 5 possíveis.



Nas categorias Sub-18 a movimentação das melhores colocações foram bem dinâmicas e a cada rodada um novo enxadrista conseguia está entre os melhores ou sair da parte de cima da tabela de acordo com seu resultado ficando a classificação da seguinte forma: Ítalo Ramon Oliveira, 3,5 pontos, Campeão Sub-18; Luciana da Silva Sousa, 3,5 pontos, campeã sub-18; Carlos Eduardo da Silva Sousa, 3 pontos, 2º colocado; Luana da Silva Santos, 2,5 pontos 2ª colocada; Raimundo Mesquita de Melo, 3 pontos, 3ª colocado e Andreza Mesquita Pereira, 2 pontos e, como destaques os enxadristas de Santa Inês Juliana Jansem Tateno, 3 pontos e João Guilherme Jansem Tateno, 2,5 pontos como melhor feminino e melhor sub-12.




















































Xadrez, escola e cidadania

Google